Rio de Janeiro – RJ

Guia de Hotéis, Motéis, Restaurantes, Cinemas, Teatros, Museus no Rio de Janeiro RJ

Museus

Museus Rio de Janeiro

Alto da Boa Vista

Museu do Açude
Estrada do Açude, 764.
Tel: 2492-2119

O Museu desenvolve um programa de atividades junto à rede escolar, pública e particular, com o objetivo de oferecer aos alunos novas oportunidades de aquisição de conhecimento, integrando arte e meio ambiente e promover a valorização do patrimônio cultural e natural brasileiro, tendo como proposta relacionar o patrimônio cultural ao natural. 

Botafogo

Museu Casa de Rui Barbosa
Rua São Clemente, 134.
Tel: 3289-4667

A Fundação oferece um espaço reservado ao trabalho intelectual, à consulta de livros e documentos e à preservação da memória nacional. Com o apoio de laboratórios técnicos, conheça as atividades relacionadas à preservação e divulgação do legado de Rui Barbosa e à formação, conservação e difusão de acervos bibliográficos, documentais e arquitetônicos.

Museu do Índio 
Rua das Palmeiras, 55.
Tel: 3214-8702

É a única instituição oficial no país exclusivamente dedicada às culturas indígenas. Foi criado por Darcy Ribeiro em 1953 e organiza mostras temporárias de peças e fotos, utilizando o acervo guardado em suas reservas técnicas.

Museu Villa-Lobos
Rua Sorocaba, 200.
Tel: 2266-3845

Programas de concertos nacionais e internacionais, discos, partituras relativas ao compositor e maestro Heitor Villa-Lobos.

Campo dos Afonsos

Museu Aeroespacial
Av. Marechal Fontenelle, 2000, Sulacap.
Tel: 2108-8954

O Museu foi inaugurado em 1976 e ocupa uma área coberta de 16.000 m2. A importância dessa criação deve-se à necessidade de preservação e divulgação do material aeronáutico e documentos históricos para as futuras gerações.

Catete

Museu da República
Rua do Catete, 153.
Tel: 3235-2650

O Museu tem como missão contribuir para o desenvolvimento sócio-cultural do país, visando à valorização da dignidade humana, à universalidade do acesso e o respeito à diversidade cultural, aliando exposições, música, teatro, cinema, vídeo, lojas, restaurantes e livraria.

Centro / Downtown

Espaço Cultural da Marinha
Av. Alfred Agache, s/n. Próximo a Praça XV.
Tel: 2104-5592 / 2104-6025

Ao visitar o espaço Cultural da Marinha, você vai embarcar em uma sensacional viagem pela história do Brasil e da navegação. Logo na entrada, a exuberante Galeota D. João VI vai transportá-lo ao século XIX. Construída em 1808, em Salvador, essa embarcação esteve em uso até os primeiros governos republicanos.
A viagem continua a bordo do Submarino Riachuelo e da Nau dos Descobrimentos, atracados ao cais do Espaço Cultural. Em seu pátio, podemos conhecer também o Helicóptero Museu.

Informações: Visitação: terca a domingo, das 12h às 17h.
O Complexo Cultural da Marinha não abre nos seguintes dias: 1 de janeiro, Carnaval, Sexta-feira da Paixão, 2 de novembro e 4, 24, 25 e 31 de dezembro.

Museu Arquidiocesano de Arte Sacra do Rio de Janeiro
Av. República do Chile, 245.
Tel: 2240-2669

No subsolo da Catedral de São Sebastião está instalado há 25 anos o Museu de Arte Sacra, merecendo destaque as bacias utilizadas para o batismo dos príncipes da casa imperial, uma imagem de Nossa Senhora do Rosário, o Trono de Dom Pedro II e a Rosa de Ouro oferecida à princesa Isabel pelo Papa Leão XIII, celebrando a assinatura da Lei Áurea. No total são 4.393 peças registradas, entre escultura, pintura, mobiliário, prataria, porcelana, indumentária religiosa, medalhística, livros litúrgicos, joalheira, objetos devocionais e a coleção João Paulo II. Essas peças são expostas em sistema de rodízio, assim é que, de cada vez, só uma parte do acervo estará à mostra.

Museu Histórico Nacional
Praça Marechal Âncora, s/nº.
Tel: 2550-9220

O museu foi criado em 1922 e é um dos mais importantes museus do Brasil, reunindo um acervo de mais de 277.490 itens, entre os quais a maior coleção de numismática da América Latina. O conjunto arquitetônico que abriga o Museu desenvolveu-se a partir do Forte de Santiago, na Ponta do Calabouço, um dos pontos estratégicos para a defesa da cidade do Rio de Janeiro.

Museu Nacional de Belas Artes
Av. Rio Branco, 199.
Tel: 2240-0068

O Museu Nacional de Belas Artes conta atualmente com 16.088 peças, compondo esse acervo com obras de pintura, escultura, desenho e gravura brasileira e estrangeira dos séculos anteriores até a contemporaneidade, além de reunir um segmento significativo de Arte Decorativa, Mobiliário, Gliptíca, Medalhística, Arte Popular e um conjunto de peças de Arte Africana.

Museu da Imagem e do Som
Praça Rui Barbosa, 1.
Tel: 2332-9068 

Foi inaugurado em 1965, como parte das comemorações do IV Centenário da cidade. O MIS não se restringe à guarda de objetos remanescentes do passado, mas está em dia com o presente e voltado para o futuro. Registra e preserva a memória, fazendo uso de tecnologias disponíveis em cada época.

Museu Histórico e Diplomático
Av. Marechal Floriano, 196.
Tel: 2253-2828

O MHD foi inaugurado pelo Presidente Juscelino Kubitschek em 1957, na administração do Ministro Macedo Soares. Localizado então no andar térreo do Palácio do Itamaraty, exibia uma seleção de peças do acervo, entre as quais coleções de medalhística, condecorações e armaria. Atualmente o Museu passa por uma restauração, inicialmente do telhado e posteriormente de seus salões. Com a sua eventual reestruturação, o Museu Histórico e Diplomático deverá ser o centro das comemorações relativas ao próximo centenário da morte, em 2012, do Barão do Rio Branco, patrono da diplomacia brasileira, no local onde ele trabalhou e viveu.

Museu Judaico
Rua México, 90.
Tel: 2524-6451

O Museu Judaico do Rio de Janeiro, é um centro cultural dinâmico, foi fundado em 1977.  Mantém exibições permanentes sobre a história da comunidade judaica no Rio e as tradições do judaísmo em todos os seus aspectos - religioso, cultural e histórico - e realiza exposições, em sua sede e em outras instituições, além de promover pesquisas acadêmicas sobre imigração e concursos anuais para estudantes. Tem ainda um núcleo de estudos, com pesquisas sobre imigração e holocausto, uma videoteca com mais de mil títulos e uma biblioteca temática.

Copacabana

Forte de Copacabana
Praça Coronel Eugênio Franco, 1 - Posto 6.
Tel: 2521-1032

O Forte de Copacabana foi palco do mais dramático acontecimento do Movimento Tenentista, que passou à História como a "Epopéia dos 18 do Forte", ocorrida em 05 de julho de 1922. Tem como objetivo preservar, salvaguardar e disseminar a memória histórica do Exército Brasileiro e atuar como um Espaço Cultural, proporcionando cultura e conhecimento aos visitantes. As exposições de Longa Duração do Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana têm como linguagem museográfica a cenografia, que de maneira agradável e didática, caracterizam personagens militares valorizando a figura do herói militar.

Cosme Velho

Museu Internacional de Arte Naif
Rua Cosme Velho, 561.
Tel: 2205-8612

Tombado pelo Patrimônio Histórico, cercada de mangueiras centenárias, em área de mais de 1000 m2. O MIAN reúne hoje o maior e mais completo acervo do mundo no gênero. São mais de 6000 obras de pintores de todos os estados do Brasil e de mais de 100 países, desde o século XV aos dias de hoje, registrando a história da arte naïf.

Flamengo

Oi Futuro
Rua Dois de Dezembro, 63.
Tel: 3131-3060

O museu incorpora as mais avançadas tecnologias e tendências museográficas para contar a aventura da comunicação humana. Documentos, objetos históricos e mais de 120 vídeos, produzidos em parceria com cerca de 90 instituições do Brasil e do exterior, conduzem o visitante a uma empolgante viagem virtual em um único ambiente.

Museu Carmem Miranda
Av. Rui Barbosa, 560.
Tel: 2334-4293

A biblioteca possui expressiva documentação bibliográfica, além de cinco mil (5.000) recortes de jornais e revistas que relatam os acontecimentos históricos, filmografia e discografia da Pequena Notável. Através dos documentos é possível pesquisar a panorâmica da música popular brasileira, seus compositores, seus intérpretes, gravadoras, tendo como principal ritmo: o samba, canal difusor da musicalidade brasileira no exterior, tão bem defendido por Carmen Miranda, a Embaixatriz do Samba.

Museu das Telecomunicações
Rua Dois de Dezembro, 63.
Tel: 3131-3060

É um museu que se dedica a contar a história, até os dias atuais, e todas as formas possíveis de transmissão de dados e telecomunicações através de exposições e eventos. O museu possui um acervo de multimídia ao lado de objetos que fizeram a história das telecomunicações no Brasil e no Mundo com peças únicas com registro de todas as épocas e recursos usados historicamente nas comunicações – do pombo correio ao celular. Há também no museu seções explicativas sobre a forma de comunicação até mesmo entre as células do corpo humano.

Gávea

Museu do Universo
Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100.
Tel: 2274-0046

Composto por exposições temporárias e uma exposição permanente com 56 experimentos interativos que ocupam todo o pavimento térreo do Planetário, divididos em três áreas temáticas: Astronomia Fundamental; Astrofísica e Nave-Escola.

Glória

Museu Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória Outeiro
Praça Nossa Senhora da Glória, 135/204.
Tel: 2557-4600

Conquistado pelos portugueses em 20 de janeiro de 1567, sob o comando do fundador da cidade, Estácio de Sá, é local dos mais importantes na historiografia carioca. Primeiro, porque foi aí com a vitória dos portugueses, que se firmou o domínio luso na cidade; depois, porque foi deste solo que saiu ferido mortalmente seu fundador.

Ipanema

Museu Amsterdam Sauer de Pedras Preciosas
Rua Garcia D'Avila, 105.
Tel: 2512-1132

Num cenário típico das regiões produtoras de gemas, pode-se observar réplicas de minas de esmeraldas, águas-marinhas e turmalinas, pedras típicas do Brasil. Estão em exibição mais de três mil pedras brutas e lapidadas - esmeraldas, rubilitas, águas-marinhas (incluindo um exemplar de 635 quilates), turmalinas, topázios imperiais... Algumas delas são destaques no Guiness Book - O Livro dos Recordes. Em cada vitrine, o visitante vive um momento de deslumbramento. Uma coleção completa de gemas brasileiras, que somente a paixão e obstinação de seu fundador, Jules Roger Sauer, ao longo dos últimos 58 anos, poderia tornar realidade.

Museu e Workshop Tour H. Stern
Rua Garcia D'Avila, 113.
Tel: 2106-0000

Ao longo de 60 anos, a H.Stern se consolidou como uma joalheria de enorme prestígio. Hoje, a marca é sinônimo de beleza e bom gosto no Rio, em São Paulo, Nova York, Paris, Frankfurt, Tel Aviv e em outras importantes cidades ao redor do mundo. Está presente em editoriais de moda das mais conceituadas revistas internacionais e enfeita celebridades de todo o mundo. Nada mais natural para uma joalheria que tem nome de estrela (stern, em alemão).

Parque do Flamengo

Museu de Arte Moderna / MAM
Av. Infante Dom Henrique, 85.
Tel: 2240-4944

Lugar historicamente privilegiado da vanguarda e do experimentalismo no país, o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro viu nascer parte considerável de nossos movimentos artísticos e lançou muitos de nossos artistas mais importantes

Recreio do Bandeirantes

Museu Casa do Pontal
Estrada do Pontal, 3295.
Tel: 2490-3278

A Casa do Pontal é o maior e mais significativo museu de arte popular do país. O acervo é composto por 8.000 esculturas e modelagens feitas contemporaneamente por cerca de 200 artistas populares de todas as regiões brasileiras e recobre a produção feita em toda segunda metade do século XX. A coleção, o edifício, os jardins e a montagem da mostra foram projetados e executados pelo designer francês Jacques Van de Beuque. A exposição permanente do museu reúne, em 1.500 m2 de galerias, obras representativas das variadas culturas rurais e urbanas do Brasil. Mostradas tematicamente, abrangem as atividades cotidianas, festivas, imaginárias e religiosas. Todo o percurso das galerias é acompanhado por textos explicativos em português, inglês e francês.

Santa Teresa

Museu Chácara do Céu
Rua Murtinho Nobre, 93.
Tel: 2224-8981

No Museu encontra-se a coleção de arte européia - que reúne pinturas, desenhos e gravuras de artistas consagrados como Matisse, Modigliani, Degas, Seurat, Miró; a coleção de arte brasileira, formada principalmente por trabalhos de artistas modernos, entre eles Guignard, Di Cavalcanti, Iberê Camargo, Antonio Bandeira, além de importante conjunto de obras de Portinari, hoje considerado o maior acervo público desse artista; a coleção de Brasiliana, uma das mais expressivas, inclui mapas dos séculos XVII e XVIII, pinturas a óleo, aquarelas, guaches, desenhos e gravuras de viajantes do século XIX, como Rugendas, Chamberlain e Taunay, destacando-se os mais de 500 originais de Jean-Baptiste Debret, e a Biblioteca Castro Maya, com cerca de oito mil títulos entre livros de arte, literatura brasileira e européia, principalmente francesa, e também algumas das mais importantes publicações dos primeiros viajantes do século XIX: Maria Graham, Maximilian von Wied-Neuwied, Henry Chamberlain, William Gore Ouseley e Victor Frond.

Museu Benjamin Constant
Rua Monte Alegre, 255.
Tel: 2509-1248

Na ambientação da casa, são utilizados alguns objetos típicos de época (utensílios de cozinha, colchas de cama, móveis, etc) que não pertenceram a Benjamin Constant ou à sua família. Todos, no entanto, cumprem o seu papel principal: oferecer ao visitante elementos para o conhecimento da vida de Benjamin Constant. Como, após a sua morte, a família de Benjamin Constant permaneceu ocupando o imóvel, os elementos básicos do acervo do museu foram aqueles encontrados na casa quando da sua devolução ao patrimônio público, principalmente, o mobiliário. Infelizmente, muitas peças estavam definitivamente prejudicadas pela ação dos cupins, tendo, portanto, sofrido alterações. Outras ainda foram restauradas e algumas, copiadas. A elas, acrescentaram-se as doações efetuadas pelos próprios descendentes de Benjamin Constant, que incluíram desde objetos de seu uso pessoal, como a escova de dentes e o pincel de barba, até a sua faixa mortuária e flores que ornamentaram o seu túmulo. Aliás, as doações não cessaram e o museu enriquece o seu acervo permanentemente.

Museu do Bonde
Rua Carlos Brant, 14.
Tel: 2332-8422

O Museu do Bonde oferece aos visitantes mais de 300 peças que ilustram a passagem dos bondes pela cidade do Rio de Janeiro. São balaústres, campainhas e relógios originais, réplicas em miniaturas, vestuário e objetos que compõem o cotidiano dos bondinhos através das décadas, além de significativo acervo iconográfico contando parte da história da viação férrea urbana desde o final do século XIX, quando os carros eram movidos por tração animal.

São Cristóvão

Museu de Astronomia e Ciências Afins / MAST
Rua General Bruce, 586.
Tel: 2580-7010

O Museu é um espaço de múltiplas atividades: instituição pública federal criada em 1985, trabalha com a história científica e tecnológica do Brasil, ao mesmo tempo em que promove e estuda a divulgação e a educação em ciências.

Museu do Primeiro Reinado
Av. Pedro II, 293.
Tel: 2332-4513

O Solar da Marquesa de Santos, antigo Palacete do Caminho Novo, foi construído em 1826. As decorações internas e externas têm como tema a mitologia greco-romana e são atribuídas aos irmãos Marc e Zépherin Ferrez, membros da Missão Artística Francesa. O Solar foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1938, passou por duas restaurações em 1969 e 1976, realizadas pelos professores Wladimir Alves de Souza, Edson Motta e Edson Motta Filho. O Museu do Primeiro Reinado foi inaugurado em março de 1979.

Museu Nacional
Quinta da Boa Vista, s/nº.
Tel: 2562-6901

O Museu Nacional/UFRJ está vinculado ao Ministério da Educação. É a mais antiga instituição científica do Brasil e o maior museu de história natural e antropológica da América Latina. Criado por D. João VI, em 06 de junho de 1818 e, inicialmente, sediado no Campo de Sant'Anna, serviu para atender aos interesses de promoção do progresso cultural e econômico no país. Originalmente denominado de Museu Real, foi incorporado à Universidade do Brasil em 1946. Atualmente o Museu integra a estrutura acadêmica da Universidade Federal do Rio de Janeiro.